3 de dez de 2010

Colorir

conjugo cores
monto flores
no jardim
de vidas afora

vejo rostos
contemplo exemplos
no tempo
(desfaço dores)

remontamos a esperança
que grita
e quer ficar

entre colo e risos
colorimos 
o amanhã, hoje

(Fátima Nascimento)

5 comentários:

walnize carvalho disse...

Quanta suavidade!
Walnize

Splanchnizomai abraçando o amanhã. disse...

http://www.youtube.com/watch?v=7kTI75uR58U

Fátima Nascimento disse...

Walnize, obrigada! A gente deve se ver na confraternização da turma do Monitor Campista. Bj.

Fátima Nascimento disse...

Splanchnizomai, gostei do vídeo. Curto sapateado. Bj.

Fátima Nascimento disse...

Observação: este poema escrevi para os homens da Associação Vidamor, entidade que atua na recuperação de dependentes químicos.