5 de out de 2010

Roupagem

 IMG_1485

quero a palavra
vestida
de sol
que ilumine a face
num sorriso aberto

quero o amanhecer
colorido de verde
que leva o dia
pra noite

quero o prateado da lua
que convida
a adormecer em paz

quero o vento
que transporte
de uma ponta à outra
do arco-íris

quero as cores de Deus
na vida que me colore

(Fátima Nascimento)
 
Foto: Fátima Nascimento       Rio Miranda, Pantanal, Mato Grosso do Sul

7 comentários:

Splanchnizomai abraçando o amanhã. disse...

E eu quero estar perto de você nestes quereres lindo e cheios e de Vida.

J.F. de Souza disse...

nossa... cenário bucólico, caminhada leve, uma parada na beira dum rio... é o que me vem à mente agora!

ADOREI o escrito - e a foto também! =)

=*

Fátima Nascimento disse...

Splanch..., embora espacialmente distante, vc está sempre muito perto. Valeu!

Fátima Nascimento disse...

J.F., estou saudosa de uma viagem dessa. Como já escrevi certa vez: sou dependente do verde na veia. Obrigada pela visita ao blog!

Poemas e Amizades disse...

Fátima,
Você é um prisminha que toma a luz branca de Deus e pinta o mundo de poesias como esta, vestida de sol, de verde, de prata, de arco-íris. E se as cores de Deus na vida te colorem, por meios que Deus usa para fazê-lo, certamente te usa para fazê-lo em nós.
É um poema lindo como um sonho bom.
Abraço carinhoso
Lello Bandeira

Fátima Nascimento disse...

Lello, vc me emocionou com seu comentário. Se Deus me usa - como vc supõe - é porque Ele é misericordioso diante de minhas imperfeições. Meu abraço.

Splanchnizomai abraçando o amanhã. disse...

Mana Miga, Deus vê o íntimo da gente. Vê a motivação verdadeira de nosso coração.