16 de abr de 2006

Bares de oxigênio?

Chegou ao Brasil a prática de "bares de oxigênio". O O2 é passado através de canudinhos individuais e intransferíveis ligados diretamente nas narinas dos consumidores. Para o professor de pneumologia da UERJ, Arnaldo José Noronha Filho, a medida é perigosa.
Nós constatamos que quem cheira oxigênio em altas concentrações durante muito tempo pode até desenvolver uma fibrose pulmonar ou mesmo acabar alterando o mecanismo automático de respiração do corpo”, alerta Arnaldo Filho.
Matéria sobre o assunto está no site no mínimo. Como eu adoto a máxima de que "na dúvida, não ultrapasse", recomendo que leia a reportagem, antes que você, familiares e amigos sejam atraídos pelos "bares de oxigênio".

Um comentário:

Moacir Caetano disse...

não tinha ouvido ainda falar dessa novidade...
no mínimo estapafúrdia!
rs...